Os principais sinais de impotência psicológica

Ter uma ereção durante o sono (por exemplo, de manhã) ou durante momentos involuntários e a sua ausência em “os momentos mais importantes”.


Ereção e ejaculação com formas manuais, orais e outras formas não tradicionais de relação sexual
A impotência psicológica pode ser persistente, e muitas vezes é difícil lidar com isso sozinho. Portanto, recomendamos entrar em contato com especialistas que realizarão treinamento psicológico, sugerir o uso de terapia hormonal para aumentar a secreção de testosterona ou usar outros métodos de tratamento de impotência.

Dificuldades na cama deixam você nervoso. Mas às vezes é apenas um sintoma que indica um grande problema de saúde. É necessário começar o tratamento a tempo para que depois não seja dolorosamente doloroso.
Problemas sexuais em homens geralmente estão associados à idade. Isso é verdade. Quanto mais velha a pessoa se torna, maior o risco de disfunção erétil: de 5 a 8% em jovens a 75 a 80% em crianças de oitenta anos a prevalência mundial e epidemiologia da disfunção erétil .


Mas a disfunção e a impotência são apenas sinais de doenças mais complexas. Aqui estão seis razões para o fracasso sexual, que é mais importante que a própria impotência. Especialistas indicam AZ 21, para tratar a impotência.

O diabetes é uma das doenças mais perigosas para a potência, que afeta o fluxo sanguíneo e o sistema nervoso. Homens com diabetes são seis vezes mais propensos a ter disfunção erétil do que aqueles que não o fazem.Disfunção erétil em pacientes diabéticos . .

Homens com disfunção erétil sofrem de demência uma vez e meia mais frequentemente do que homens sem problemas de potência .Risco aumentado de demência em pacientes com disfunção erétil . . Isso não significa que a demência ocorra devido à impotência ou vice-versa. Dependência direta de um do outro não é detectada. Simplesmente, estas são duas conseqüências da mesma violação: a aterosclerose, por exemplo.

Por si só, o cancro da próstata não é a causa de disfunção eréctil. Mas o tratamento desse tipo de câncer pode levar a efeitos colaterais. Durante a operação, há um risco de danificar os nervos, a terapia de radiação e drogas fortes também não contribuem para a potência normal – o tratamento afeta os vasos sanguíneos, sem os quais não há ereção.